disfagia

Disfagia – O que é Disfagia


Neste artigo, eu, Andrea Signoretti, fonoaudióloga, especialista em Voz e em Disfagia, que trabalho na Clínica Regenerati, vou falar sobre o que é disfagia, como reconhecê-la, quais os riscos de uma pessoa que tem disfagia.

O que é Disfagia?

Como eu reconheço que tenho disfagia? Se você tem dificuldade em se alimentar, em comer determinados alimentos; engasga muito durante as refeições; pigarreia o tempo todo depois que toma água – ou se depois que toma água, por exemplo, a sua voz fica borbulhante, parece que está debaixo da água.

Se você demora muito para se alimentar; tem perda de peso sem causa aparente; dificuldades respiratórias, como, por exemplo, ficar muito cansado depois de se alimentar ou ter muita sonolência após se alimentar; esses, possivelmente, são sinais de que a sua deglutição – a sua alimentação ou o seu engolir – não está adequada, não está correta. Então, esses sinais são os mais clássicos da disfagia.

Causas

Mas o que causa a disfagia, já que ela é um sintoma? Eu vou elencar alguns: são muitas as causas, mas a Doença de Parkinson é uma delas; a Doença de Alzheimer; muitas demências podem cursar com disfagia; traumatismos cranianos; sequelas de AVC, que é o acidente vascular cerebral; paralisias cerebrais; cirurgias de cabeça e pescoço; cirurgias cardíacas e até o envelhecimento.

Teste de Sonolência Diurna
Teste Epworth, determina o grau de sonolência diurna. Não somente para apneia, outras patologias também podem dar sono durante o dia

Mas o envelhecimento pode causar disfagia? Sim, o envelhecimento pode causar disfagia. Quando envelhecemos, temos a perda do controle muscular e isso pode levar à incoordenação da deglutição e à disfagia também.

Quais São os Riscos?

São vários riscos: a desnutrição é um deles; a desidratação, outro risco; e o risco mais importante e mais sério é o óbito.

A disfagia pode ter um impacto muito negativo na vida de quem a tem: pode levar ao isolamento social e até à depressão. Então, é muito importante que você reconheça os sinais, procure um profissional capacitado, um fonoaudiólogo especialista em disfagia.

Eu, minha memória e meus medos...
Conheça a história de uma mãe e filha que enfrentam diversos problemas relacionados a memória. Baixe o e-book e aprenda com elas o que deve ser feito para lidar com o Alzheimer.

Ele vai te orientar, te avaliar; pode te reabilitar ou adaptar a sua alimentação, e ajudar a melhorar a função da deglutição com exercícios, como danças; com algumas técnicas; com algumas posturas; com mudanças de dieta; enfim, tudo para trazer de volta o prazer de se alimentar com alimentação que seja mais eficaz, mais segura e que seja prazerosa novamente.

Neste artigo, eu procurei esclarecer as dúvidas mais frequentes relacionadas à disfagia. Então, se você tiver alguma dúvida, deixe aqui nos comentários. Quem sabe uma das suas dúvidas pode virar pauta para um novo artigo.

Assista ao vídeo e saiba mais:

Problemas com produtividade ? Isso pode ser mais grave do que você imagina!
Um checkup neurológico pode te ajudar te diversas maneiras e te fazer produtivo como nunca! Experimente e venha na Clínica Regenerati.
Mais Informações sobre este assunto na Internet:

Sobre o Autor:
Andrea de Campos Signoretti

CRFa: 2-5404

Fonoaudióloga especialista em Voz e Disfagia, Eletroestimulação Neuromuscular, Certificada LSVT (Parkinson e Apneia). Especialista em Voz, Disfagia e Eletroestimulação Neuromuscular.








Gostou do artigo? Deixe o seu comentário:

Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Não é permitida publicidade (links, banners, etc) na plataforma. O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Entre em contato pelo WhatsApp! (11) 96581-5547
Porquê vale a pena um médico particular ?
Porquê fazer um exame no particular ?