Sono Após o Almoço

Como Lidar Com o Sono Após o Almoço


Sono Após o Almoço. Se você tem mais do que um soninho depois do almoço ou o sono após a refeição do meio do dia ou do almoço é um problema para você, fique até o final do artigo que a psicóloga Eliane Aversa, especialista em psicologia do sono e medicina do sono, que atende na Clínica Regenerati – uma clínica de Neurologia com uma equipe multiprofissional que tem vários médicos especializados em medicina do sono – e trabalha com terapia cognitiva comportamental para as insônias, vai falar mais sobre esse tema.

Sonolência Após o Almoço

Hoje, nós vamos falar sobre assuntos que são de interesse de muitas pessoas, que envolvem a sonolência após o almoço. Também vamos conversar porque ela acontece e como podemos lidar com essa sensação.

Se você é uma pessoa que se encaixa nisso e acha que sofre de sonolência após o almoço, pense que não está sozinho. Cerca de metade da população tem mesmo essa sensação de sonolência após o almoço. E vamos dar algumas explicações de porque isso pode acontecer.

Relação Com os Alimentos Consumidos

Uma das explicações está ligada à fisiologia. Então, o que acontece? Quando nós ingerimos os alimentos, na nossa digestão tem todo o processo de fluxo sanguíneo sendo direcionado para a região do estômago, dos intestinos… E assim, passa a ter muito menos fluxo sanguíneo no cérebro, com menos oxigenação.

Teste de Sonolência Diurna
Teste Epworth, determina o grau de sonolência diurna. Não somente para apneia, outras patologias também podem dar sono durante o dia

O que acontece nessa hora? Se instala totalmente a sonolência. Os alimentos, quando ingerimos, vêm carregados de proteínas, de glicose e de alguns hormônios, que são envolvidos nesse processo de digestão. E entre todos esses hormônios, vamos ter também a produção de serotonina, que é o hormônio conhecido como precursora do sono, da criação do sono.

Então, o ciclo passa a ser assim: se você tem alimentos com uma substância que chama triptofano – um aminoácido que tem grande poder sobre a serotonina –, vai ter um aumento de serotonina e de melatonina, que é o hormônio do sono.

Se você consumir alguns alimentos que têm a parte de triptofano em grande escala, em grande quantidade – vai encontrá-los em verduras, como o espinafre, em ovos, em queijos, em leite, no próprio tofu e até em peixes, essa alimentação pode provocar certa sonolência, porque entram nesse trajeto dos hormônios ligados ao sono. Em contrapartida, você vai também se beneficiar desses alimentos à noite, por exemplo, quando quiser produzir mais sono.

Pessoas que Têm Distúrbios do Sono

Uma dessas explicações, como eu estava dizendo, é da parte fisiológica. A outra explicação são as pessoas que já têm distúrbios do sono, aqueles que têm a própria insônia, apneia do sono e outros transtornos do sono.

Eles já possuem uma propensão a terem uma sonolência maior durante o dia. Juntando com esse processo fisiológico, do fluxo sanguíneo sendo direcionado para a digestão, acabam tendo muito mais sonolência nesse período.

Outro motivo também que vamos encontrar é nas outras doenças clínicas. O hipotireoidismo pode causar mais sono, a pessoa com diabetes tem mais sono, quem tem anemia… Então, essas doenças são capazes de trazer já uma sonolência diurna, após o almoço.

Problemas com produtividade ? Isso pode ser mais grave do que você imagina!
Um checkup neurológico pode te ajudar te diversas maneiras e te fazer produtivo como nunca! Experimente e venha na Clínica Regenerati.

Dicas Para Evitar a Sonolência Após o Almoço

Então, o que podemos estar fazendo como dicas? O que é importante repensarmos sobre o assunto? Eu acho bacana você começar a fazer um diário alimentar. Então anota, durante um dia todo, o que comeu, os horários que você comeu e consumiu bebidas (não só os alimentos, como também as bebidas).

Isso é importante para fazer algumas correlações: se você ficou com mais ou menos energia, se alterou o seu humor e até se a sua qualidade de sono na noite seguinte ficou alterada.

Outra questão dentro dessas dicas é falar sobre a atividade física. Atividade física é importante em qualquer faixa etária; deve ser feita mesmo para o nosso bem e para nossa saúde. Mas, ela também provoca uma reação muito importante que é a diminuição da fadiga e o aumento da energia que consumimos durante o dia.

Quando falamos de energia, dá impressão que é só para fazermos exercício para nos movimentarmos… Não, nós precisamos de energia para existirmos, para respirarmos. Consumimos muita energia por conta disso e essa energia vem, de um modo geral, dos alimentos.

É Saudável Fazer uma Pausa Para Soneca?

Outra questão bastante polêmica é se devemos ou não fazer cochilos. Então, os cochilos são considerados o quê? Por definição, o que eles são? É uma pausa com um período mais curto de repouso. E para ser considerado um cochilo, deve fazer em torno de 30 minutos, no máximo. A partir daí, você pode entrar no sono mais profundo, ter um efeito rebote e ficar com a totalidade de sono da noite seguinte bastante prejudicada.

Então, é importante pensar: fazer um cochilo é melhor do que não fazer, de um modo geral. Existem culturas como as dos espanhóis, dos europeus, que fazem as siestas – na hora do almoço – e são encaradas como um hábito normal, um estilo de vida bastante saudável.

Cochilo Para Pessoas que Têm Insônia

Agora, tem uma questão, acho importante ressaltarmos, que é o cochilo para as pessoas que têm insônia. Nesse caso, é preferível evitar. Então é melhor você tomar um cafezinho depois do almoço, fazer uma refeição mais equilibrada, para não ter tanto sono.

Por quê? No tratamento da terapia cognitiva comportamental para as insônias, nós recomendamos que os cochilos sejam proibidos; a pessoa deve pegar esse sono e jogar para a próxima noite. Ou seja, se você não cochilar, vai ter um crédito de sono para a próxima noite.

O que podemos perceber ao longo da vida? Conforme vai passando a idade, mais sonolência a pessoa vai ter – e sonolência diurna. E também, por várias pesquisas que já foram realizadas, o cochilo e a sonolência são mais prevalentes nos homens, no sexo masculino. E podemos dizer que se tivermos alguns hábitos saudáveis, bons níveis de energia, nós vamos ter menos sonolência.

Então, o que se pode fazer, de um modo geral, para evitar essas sonolências durante o dia? Se sentir bastante hidratado, tomar bastante água durante os dias; não acumular muitos alimentos, não consumir muitos alimentos durante uma única refeição. Então, é melhor dividir durante o dia, fazer várias refeições menores, pequenas, para não causar tanta sonolência no período pós-almoço.

Relação da Sonolência com os Alimentos

Um resumo também que podemos fazer é sobre os alimentos estimulantes. Você pode tomar um cafezinho, comer chocolate, que são alimentos estimulantes. E devem ser evitados, esses mesmos alimentos, à noite, porque vão causar um efeito inverso. Então, fazer um consumo moderado dessas substâncias, desses alimentos.

E também, muitas vezes, as pessoas associam o álcool a essas refeições e a sonolência aumenta demais. Então, evitar ou eliminar a quantidade deles; tentar limitar mesmo a quantidade de álcool nas refeições, porque tudo isso pode trazer bastante sonolência.

Assista ao nosso vídeo, para saber mais:

E se você gostou deste artigo, curta e compartilhe.

Mais Informações sobre “Sono Após o Almoço” na Internet:

Sobre o Autor:
Eliane Aversa Lopes

CRP: 06/10.857

Psicóloga da UNIFESP. Especialista no setor de distúrbios do sono, Psicoterapia Cognitiva-Comportamental, Tabagismo e Terapia de casais.











Gostou do artigo? Deixe o seu comentário:

Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Não é permitida publicidade (links, banners, etc) na plataforma. O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Entre em contato pelo WhatsApp! (11) 96581-5547
Porquê vale a pena um médico particular ?
Porquê fazer um exame no particular ?