Medicamentos para Dor de Cabeça

10 Medicamentos para Dor de Cabeça – Remédios para Aliviar a Dor de Cabeça

Se você quer saber dos 10 principais Medicamentos para Dor de Cabeça, fique até o final deste artigo, porque o Dr. Willian Rezende do Carmo, que no seu canal do YouTube fala sobre Dor, Sono, Parkinson e Emoções, e vai trazer sempre novidades relacionadas à Neurologia e tudo que está associado às neurociências e aos problemas dos pacientes, sempre com um rigor científico, com a qualidade e acessibilidade a essa informação, vai abordar sobre isso.

10 Medicamentos para Dor de Cabeça (Enxaqueca)

Vamos abordar sobre os 10 principais medicamentos para dor de cabeça, que são paracetamol, Tylenol; dipirona, Novalgina; ibuprofeno, que é Advil ou Alivium; ácido acetilsalicílico, que é aspirina ou AAS; naproxeno, que é o Flanax, por exemplo; isometepteno, que é a Neosaldina, Doralgina; di-hidroergotamina, como Cefaliv; orfenadrina, como Dorflex; sumatriptana, como Sumax e naratriptana, que é o Naramig.

Cada um desses vamos tentar explicar um pouco mais sobre como funciona o medicamento, as principais indicações, os pontos positivos e negativos para que, assim, tenha maior consciência sobre o uso deles.

Todos esses você compra sem receita médica, tem amplo acesso na farmácia, mas a pessoa tem que ter conhecimento sobre os medicamentos, os riscos, os benefícios, o que e em que situação pode ser usado para que tenha maior chance de ter algum alívio para a sua dor.

Classifique a sua dor de cabeça
Está com dores de cabeça e não sabe o que pode ser ? Faça o nosso teste neurológico para te ajudar a classificar a sua dor de cabeça.

Paracetamol (Tylenol)

O primeiro deles é o paracetamol – damos exemplo de algum nome comercial, mas não quer dizer que seja o único, é simplesmente porque é o mais conhecido dos nomes e para as pessoas também entenderem e identificarem o que estamos explicando – ou o Tylenol.

Classe e Mecanismo de Ação

O paracetamol é um medicamento analgésico e antitérmico de ação central, atua no hipotálamo, no cérebro, fazendo com que ele diminua a temperatura do corpo. A analgesia que causa também é no cérebro, ou seja, é diretamente no cérebro que atua para reduzir a percepção de dor. E o efeito dura de 4 a 6 horas, aproximadamente.

Indicações

Ele é indicado para dores de leve a moderada intensidade, tem formas de comprimido, gotas e xarope. A dose inicial ou de ataque é de 500 mg a 1.500 mg.

Aprenda como tratar a dor de cabeça aguda
Está com fortes dores de cabeça e não sabe o que fazer? Baixe o e-book e aprenda a reconhecer os sintomas e realizar os primeiros tratamentos.

Pontos Positivos

Os principais pontos positivos são que ele é acessível, tem várias associações, inclusive com cafeína, e, de maneira geral, é muito seguro. Também é extremamente raro dar alergias ou efeitos colaterais associados ao paracetamol.

Pontos Negativos

Ele tem uma potência relativamente baixa, um risco de hepatotoxicidade, que é lesão ao fígado, em superdosagens, que seriam doses maiores que 7,5 g em 8 horas – para ter ideia, seriam mais de 10 comprimidos de 750 mg em 8 horas. Isso pode acontecer quando alguém quer fazer uma “tentativa” de autoextermínio, tomando muita cartela de paracetamol, porque pensa “ah ,não vai dar nada”, só que quando você toma muito de uma vez, pode acontecer lesão ao fígado.

Ou o paciente que está com muita dor e é muito ansioso, então, toma um, depois outro, vai tomando um em sequência do outro, quando menos vê, já tomou 15 comprimidos em menos de 8 horas – é mais raro de acontecer isso, mas pode acontecer e é um ponto negativo dele.

Vença a dor de cabeça de uma vez por todas
Tem dores de cabeça frequentes que não passam nem com ajuda de remédios? Não perca tempo, agende uma consulta na Clínica Regenerati

Dipirona (Novalgina)

Classe e Mecanismo de Ação

A dipirona, ou a clássica Novalgina, é um analgésico, antitérmico e espasmolítico, ou seja, diminui espasmos dos músculos. Não se sabe explicar totalmente os mecanismos de ação da dipirona.

Ela não é uma droga que atua diretamente, é uma pró-droga, ou seja, quando é metabolizada, são criados vários dos metabólitos ativos que causam os efeitos da dipirona, e dura de 4 a 6 horas no organismo.

Indicações

Ela é indicada para dores leves, moderadas e até mesmo intensas. E na última, quase sempre, vem em associações e, muitas vezes, injetável. Ela tem na apresentação de comprimidos, efervescentes, gotas, xarope e injetável.

Em adultos, até 8 g por dia é bem tolerado. Significa que poderiam ser 2 comprimidos de 1 g, 4 vezes por dia. A dose inicial, ou dose de ataque, vai de 500 mg até 2.000 mg, então, a dose de ataque é ampla também.

Pontos Positivos

Tem eficácia comprovada em estudos tanto para enxaqueca quanto para cefaleia tensional, é acessível tanto em preço quanto em disponibilidade, tem praticamente em tudo quanto é lugar, tudo quanto é farmácia. E doses altas são muito bem toleradas da dipirona.

Pontos Negativos

Ela pode causar uma queda de pressão, especialmente na via endovenosa. Por via oral, pode ser percebida alguma sonolência, especialmente em doses mais altas. Pode induzir alergia, principalmente em doses mais altas e contínuas. E também, de forma bem mais rara, pode induzir a agranulocitose, que é a queda das células do sangue, no uso crônico, com a interação com metotrexato, AAS e bupropiona.

Ibuprofeno (Advil, Alivium)

Classe e Mecanismo de Ação

Outro medicamento é o Advil, ou Alivium, que é o ibuprofeno, um anti-inflamatório não esteroide, ou AINE, com ações analgésica e antitérmica por inibição das prostaglandinas, que é o que acaba inflamando o corpo e gerando dor.

Então, ele inibe a produção delas, combatendo a produção de calor, que seria a febre, e também as dores no corpo. E dura 6 horas, mais ou menos, mas tem apresentações do medicamento que fazem durar 12 horas.

Indicações

As principais indicações são para dores de leve a moderada intensidade e o uso pode ser único ou em associações. Tem comprimidos, cápsulas gelatinosas (que são para liberação rápida), gotas e comprimidos de liberação prolongada.

Ele é recomendado em 600 mg, 4 vezes por dia. A dose inicial pode vir de 600 mg a 1.200 mg. A pessoa pode fazer uma dose de ataque com até, às vezes, 2 comprimidos de 600 mg.

Pontos Positivos

Ele é um anti-inflamatório com experiência comprovada, amplamente disponível, seguro e de uma boa potência. É tolerado em doses até de 3.200 mg / dia, ou seja, a tolerabilidade vai até uma dosagem bem significativa, bem alta. Pode ser utilizado juntamente com dipirona, paracetamol, sem interações ou efeitos colaterais.

Pontos Negativos

São precauções da classe do medicamento, ou seja, praticamente todo anti-inflamatório tem que ter essas precauções, como risco de sangramento gastrointestinal, pode ser nefrotóxico em doses elevadas e contínuas, especialmente se a pessoa já tem algum grau de nefropatia.

Não pode ser utilizado por gestantes na segunda metade da gestação, tende a aumentar o risco de sangramento caso a pessoa já esteja utilizando algum anticoagulante e pode gerar alergias para quem tem alergias a outros anti-inflamatórios.

Ácido Acetilsalicílico (Aspirina, AAS)

Outro medicamento muito utilizado é o ácido acetilsalicílico, ou a aspirina ou o AAS.

Classe e Mecanismo de Ação

Ele é um medicamento anti-inflamatório não esteroidal, com ação analgésica e antitérmica também, por inibição das prostaglandinas, e dura de 4 a 8 horas.

Indicações

As principais indicações são para dor de leve a moderada intensidade, o uso dele pode ser único ou em associações, e tem comprimidos de 500 mg – tem o de 100 mg, mas esse é utilizado como proteção cardiovascular. A dose máxima por dia é de 4.000 mg. A dose inicial pode ir de 500 mg a 1.500 mg, em uma só tomada ou na tomada de doses de ataque.

Pontos Positivos

Ele é um anti-inflamatório com experiência desde a antiguidade, em que era extraído dos salgueiros – de onde vem a palavra salicílico, do ácido acetilsalicílico – e usado como analgésico para os guerreiros que iam para a guerra – eles mascavam as cascas do salgueiro para ter o ácido acetilsalicílico e, assim, sentirem menos dores e ficarem mais fortes para guerrear.

Tem uma eficácia comprovada, amplamente disponível, segura e de boa potência, e também pode ser utilizado conjuntamente com dipirona e paracetamol sem maiores efeitos colaterais.

Pontos Negativos

Dos pontos negativos, o principal é o sangramento em trato gastrointestinal ou úlceras digestivas, especialmente em quem já teve gastrite ou úlcera prévia. Tem um ponto especial no ácido acetilsalicílico, ou AAS ou aspirina: em crianças e adolescentes, não deve ser utilizado caso a pessoa esteja tendo uma virose, como a catapora, por causa da síndrome de Reye, uma complicação grave que pode acontecer diante desse cenário.

Igualmente não pode ser utilizado junto com casos de dengue pelo risco de sangramento. Em doses mais altas e contínuas pode gerar alergia com relativa facilidade.

Naproxeno (Flanax)

Classe e Mecanismo de Ação

O naproxeno, Flanax, é outro medicamento da classe de anti-inflamatório, outro AINE, com ações analgésica e antitérmica por inibição das prostaglandinas, que dura mais ou menos 14 horas – o tempo de duração é bem maior, é uma das grandes diferenças dele.

Indicações

Tem indicações para dores de leve a moderada intensidade, pode ser de uso único ou em associações, e tem comprimidos de 250 mg a 500 mg – tem alguns de 550 mg. E a dose máxima por dia é de 1.500 mg, a dose inicial pode ser de 250 mg a 1000 mg como uma dose de ataque ou até dois comprimidos de 500 mg.

Pontos Positivos

O ponto positivo é que é o anti-inflamatório mais recomendado pelos neurologistas para o tratamento de dores de cabeça, especialmente pela potência e durabilidade do efeito dele.
É de amplo acesso e seguro de maneira geral, muito bem-vindo em associação com triptanos, principalmente os que também têm longa duração, como naratriptana. Esses são especialmente bons para evitar cefaleias rebotes ou dar uma cobertura de longo prazo.

Pontos Negativos

Ele dura muito, mas também o pico de efeito é tardio, cerca de 2 a 4 horas depois da ingestão, dependendo da ingesta de alimentos ou não. Também tem os mesmos problemas com outros anti-inflamatórios, como riscos de sangramento do trato gastrointestinal, alergia, interação com anticoagulante. E não é recomendado para a segunda metade da gestação.
Você que está lendo o nosso artigo, escreva nos comentários o que acha desses medicamentos. Já usou algum desses? Teve algum desses efeitos colaterais? O que percebe que é positivo? Qual é o seu preferido desses? Estamos doidos para ver o que você vai relatar.

Isometepteno (Neosaldina e Doralgina)

O isometepteno é o princípio ativo da Neosaldina ou Doralgina.

Classe e Mecanismo de Ação

É um medicamento que tem uma ação vasoconstritora, em que os vasos vão se constringir, se apertar. Isso significa que ele reduz o calibre dos vasos cerebrais, ajudando a combater a dor de cabeça. E o efeito dura de 4 a 6 horas.

Indicações

Ele serve para dores de leve a moderada intensidade, tanto para dores tensionais quanto dor de enxaqueca. Sempre vem em associação com dipirona e cafeína. A dose do isometepteno, tipicamente, é de 30 mg por comprimido. A dose máxima é de 8 comprimidos por dia e a inicial pode ser de 1 a 3 comprimidos juntos.

Pontos Positivos

Ele tem um início de ação relativamente rápido, de 15 a 30 minutos após a ingestão. Tem uma boa eficácia em enxaqueca de leve a moderada, e, de maneira geral, é muito bem tolerado.

Pontos Negativos

Sozinho não ajuda tanto na dor quando além de enxaqueca também tem cefaleia tensional ou cervicogênica. Ou seja, ele é melhor nas cefaleias tipo enxaqueca. Para a tensional, cervicogênica, especialmente se ganha em grau moderado, não costuma ser tão potente.

E em 1% a 10% dos usuários pode causar alergia na pele, não é um número qualquer. Não é recomendado ser utilizado em associação com triptanos, que também são outros vasoconstritores.

Hidroergotamina (Cefaliv)

Hidroergotamina é da classe de “ergot”, e o mais típico é o Cefaliv, um medicamento já antigo, muito bem utilizado e conhecido.

Classe e Mecanismo de Ação

Ele é da classe dos vasoconstritores também, o que significa que igualmente reduz o calibre dos vasos cerebrais, ajudando a combater a dor de cabeça. E o efeito dura até 12 horas.

Indicações

As principais indicações são para dores de leve a moderada, e, às vezes, alguns casos de dores intensas também para dores de enxaqueca. A dose máxima é de 6 comprimidos por dia. A dose inicial é de 1 a 2 comprimidos e pode tomar mais 1 comprimido a cada 30 minutos caso não tenha melhora e tenha boa tolerabilidade com o medicamento.

Pontos Positivos

Tem um início de ação relativamente rápido, de 15 a 30 minutos após a ingestão, tem uma boa potência contra enxaqueca e uma boa eficácia em enxaqueca de leve a moderada.

Pontos Negativos

Tem múltiplas interações medicamentosas, é um medicamento que, normalmente, não pode ser utilizado quando está usando muitos outros medicamentos nem, especialmente, com outros vasoconstritores, como os triptanos e os isometeptenos – os triptanos seriam como, por exemplo, naratriptana e sumatriptana; e os isometeptenos, como, por exemplo, a Neosaldina.
Pode gerar ergotismo, que é uma intoxicação pela ergotamina, que é o derivado do “ergot”. E quando intoxica, caracteriza-se por formigamento nas extremidades, das mãos e dos pés. Náuseas, vômitos, dor muscular intensa, entre outros sintomas. Então, ele é um medicamento bom, mas tem seus riscos de uso, tanto por conta de interações quanto do risco de intoxicação.

Orfenadrina (Dorflex)

Orfenadrina é o conhecido Dorflex, que pertence aos medicamentos de relaxantes musculares.

Classe e Mecanismo de Ação

A orfenadrina é uma droga anticolinérgica, de ação central. Isso significa que é um relaxante muscular, solta os músculos, agindo pelo cérebro, fazendo com que ele diminua a ação sobre os músculos e os relaxe.
O efeito dura de 4 a 8 horas e tem muitas características individuais. Pela relação de atuar centralmente, não necessariamente vai ter as mesmas durabilidade e potência de efeito com cada pessoa.

Indicações

Para dores de cabeça de característica tensional ou cervicogênica, não para a de enxaqueca. Dores de leve a moderada intensidade. Normalmente, vem em associação com a dipirona ou o paracetamol. E a orfenadrina vem na dose de 35 mg, a dose inicial pode ser de 1 a 2 comprimidos e a dose máxima pode ser de 8 comprimidos por dia.

Pontos Positivos

É muito conhecida, segura, especialmente boa quando a dor é tipo tensional e pode ajudar a dormir em alguns casos, porque como atua já diretamente no cérebro, relaxando a musculatura, pode trazer uma leve sonolência.

Pontos Negativos

Não ajuda muito em dores tipo enxaqueca e pode dar sono durante o dia em alguns pacientes mais sensíveis ao relaxante muscular.

Sumatriptana (Sumax)

Conhecida como Sumax também.

Classe e Mecanismo de Ação

É um triptano, atua como agonista do receptor 5-HT1A, que é um receptor de serotonina, reduzindo a dilatação dos vasos que estão tão dilatados ou inchados, mais constritos. Esse efeito atua reduzindo as dores de cabeça e dura de 2 a 4 horas.

Indicações

Dor de cabeça tipo enxaqueca, de moderada a forte intensidade. A dose inicial vai de 50 mg a 100 miligramas. A dose máxima é de 200 miligramas em 24 horas.

Pontos Positivos

Conta com apresentações e tempo de início de efeito variados e muito rápidos. Ela tem apresentações e formas para ter um início de ação muito rápido. Por exemplo, os comprimidos começam a atuar mais ou menos em 30 minutos; o spray nasal, que é sumatriptana nasal, começa a ter início de ação em 15 minutos.

Tem sumatriptana injetável, que é uma injeçãozinha que se aplica na gordura da barriga, e tem um efeito de ação em 5 minutos ou menos. E o comprimido em associação com naproxeno, que começa a atuar em mais ou menos 30 minutos. A grande vantagem é a diversidade de apresentações de início super rápido.

Pontos Negativos

Justamente por não demorar tanto o efeito dele, durando de 2 a 4 horas somente, pode ter cefaleia rebote, que é o retorno da dor de cabeça após o término do efeito do medicamento.

E 1% a 10% das pessoas que utilizam os medicamentos têm efeitos colaterais importantes, como mal-estar, tontura, peso no peito, dificuldade para respirar, cansaço, sensação de algum mal iminente e especialmente em quem tem pressão alta descontrolada, pode ter risco de elevação da pressão arterial.

Naratriptana (Naramig)

O último, mas não menos importante é Naratriptana, o Naramig.

Classe e Mecanismo de Ação

Também é um medicamento da classe de triptanos que atua no receptor 5-HT1A, que é de serotonina, reduzindo a dilatação dos vasos na cabeça, só que tem um efeito que dura 12 horas.

Indicações

As principais indicações são para dores de cabeça, tipo de enxaqueca, de moderada a forte intensidade. A dose inicial é de 2,5 mg e a dose máxima é de 5 mg em 24 horas – tem que esperar no mínimo 4 horas entre a primeira e a segunda tomada.

Pontos Positivos

Tem duração de 12 horas e é especialmente boa para quem tem dores que duram muito tempo e têm chances da cefaleia rebote. Também é boa para prevenção de dores caso a pessoa saiba que vai se expor a algum gatilho, como ir a uma festa que terá sol, música alta e bebidas e comidas que são gatilhos de dor, por exemplo, uma festa de criança ou um churrasco.

A pessoa sabe que aquilo tipicamente vai ser gatilho para a dor de cabeça, já toma naratriptana e, às vezes, um naproxeno junto antes de ir para prevenir a dor de cabeça, porque vai ter os fatores que sabe que vão dar aqueles gatilhos e ela ainda assim quer participar da festa.

Pontos Negativos

O pico de eficácia máxima é em 4 horas e o início de ação é dentro de 1 hora. Então, demora para começar a funcionar e você vai ver o efeito máximo também de uma forma demorada, dentro de 4 horas.
Logo, para uma pessoa que quer ficar livre da dor de cabeça de uma forma muito rápida, nem sempre é a melhor opção; quem quer cortar a dor de cabeça com essa velocidade muito rápida, não é um bom medicamento.

Também pode causar efeitos colaterais no corpo, como parestesias pelo corpo, sensação de peso no peito, náuseas, vômitos e sensações de calor.

Este foi o artigo sobre os principais medicamentos para dor de cabeça. Você já usou ou usa algum desses? Escreva nos comentários o que acha sobre o uso desses medicamentos e como é a sua experiência.

Se você gosta desse tipo de conteúdo, compartilhe com o máximo de pessoas possíveis. Lembre-se de alguma pessoa que costuma ter dor de cabeça e mande o link, pois ela pode entender melhor os medicamentos que já está utilizando, os benefícios e as diferenças entre um e outro.

Assista ao vídeo e saiba mais:

Se gosta dos nossos vídeos do YouTube, se inscreva no canal e clique no sininho, assim vai ter acompanhamento do material de alta qualidade e vai poder sempre ficar por dentro das novidades do mundo das Neurociências e tudo que são dos problemas de vocês, dos nossos pacientes. E compartilhe, pois conhecimento, quanto mais compartilhado, melhor para todos.

Mais informações sobre este assunto na Internet: