Síndrome de hipermobilidade ligamentar e procrastinação

Síndrome de hipermobilidade ligamentar

Essa patologia com pessoas desajeitadas e procrastinadoras é uma novidade na medicina mas o tratamento é eficaz e gera bons resultados.

Todo osso do corpo humano é ligado a outro por meio dos ligamentos e os portadores dessa síndrome tem esses ligamentos mais frouxos.

Frouxidão ligamentar

Colágeno e ligamentos

Os ligamentos são feitos de colágeno, o que possibilita a elasticidade. Contudo, o colágeno pode ser mais frouxo ou então mais flexível. Sendo assim, é uma alteração na constituição do colágeno é o que define a sua agilidade.

Sendo assim, o ligamento pode funcionar como um elástico novo que após um movimento retorna à sua posição inicia. Porém ele pode ser mais frouxo, possibilitando uma modificação maior.

Essa síndrome causa a alteração no colágeno que torna os ligamentos mais frouxos do que o normal.

Pessoas portadoras da doença conseguem encostar as mãos nos pés, com as pernas esticadas, com muita facilidade e conseguem movimentar o dedo mindinho em direção as costas da mão, com um ângulo maior do que 180 graus.

Contudo, a síndrome faz com que o paciente tenha pouca consciência corporal. Isso é o que permite que a pessoa saiba qual é a posição das partes do seu corpo sem ter que olhar para elas.

A percepção ocorre pois cada ligamento do corpo tem receptores que captam a movimentação do ligamento.

Sendo assim, a pessoa que tem o colágeno mais firme gera uma informação do movimento mais confiável do que o portador dessa síndrome.

Falta de consciência corporal

Consciência corporal e a síndrome

As articulações enviam informações ao cerebelo que diminui a quantidade dessas informações e cria um mapa tridimensional do corpo em tempo real, gerando a consciência corporal.

A consciência corporal é muito importante para que o cérebro controle os movimentos corporais.

É ela que permite uma pessoa pegar algo que esteja caindo. Porque é preciso que o cérebro saiba qual é a posição do braço para determinar o movimento. Sendo assim, se a informação não for certa, os movimentos não serão ordenados e a pessoa será uma desajeitada.

A síndrome afeta o paciente desde o nascimento e a falta de consciência corporal atrapalha a pessoa ao longo da vida.

Após a formação do mapa tridimensional do corpo pelo cerebelo, ocorre a diasquise cerebelar. Isso é a conexão da parte posterior do cerebelo com o pré-frontal que é responsável pelo planejamento do movimento.

Quando a pessoa quer executar o movimento, ela precisa desenhar a intenção do movimento e enviar a informação para o córtex motor executar. Se a informação chegar incorreta, a programação motora não será correta.

A importância prática da síndrome é que tudo o que não é pensamento, é uma ação motora e, desta forma, o quem tem essa síndrome tem dificuldade no planejamento e execução de tarefas.

Síndrome

Tratamento da patologia

Através de tratamento com fisioterapia é possível aumentar a consciência corporal e melhorar a capacidade de execução e o controle psíquico de si.

O sucesso do tratamento melhora o dia a dia do paciente e traz qualidade de vida.

Autor: Dr. Willian Rezende








Gostou do artigo? Deixe o seu comentário:

Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Não é permitida publicidade (links, banners, etc) na plataforma. O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Entre em contato pelo WhatsApp! (11) 96581-5547
Porquê vale a pena um médico particular ?
Porquê fazer um exame no particular ?