Covid-19 – Como o Coronavírus afeta o coração

O Covid-19 ainda é uma novidade no mundo da medicina. Por isso, gera muitas dúvidas sobre a sua atuação no coração e influência nas doenças cardíacas.

Covid

O Covid-19 pode prejudicar o coração?

Sim, o vírus pode prejudicar o coração do paciente. Os coronavírus existem desde a década de sessenta mas o Covid-19 ainda é uma novidade. Por isso, toda a comunidade médica e científica ainda estão pesquisando sobre o vírus.

Os médicos têm verificado que o novo vírus tem um acometimento sistêmico. Ou seja, ele acomete diversos órgãos e sistemas, o que o torna muito diferente do que outros vírus.

O que o vírus pode causar no coração?

O vírus pode causar diversos problemas no coração, como por exemplo uma inflamação no músculo cardíaco, chamada de miocardite.

Além da citada inflamação, pode causar arritmia cardíaca ou então, piorar o quadro clínico de pacientes que já tenham arritmia cardíaca. Além disso, pode predispor a formação de trombos e coágulos, prejudicando os vasos sanguíneos do coração e do corpo do paciente.

Sendo assim, existe tanto uma relação direta quanto indireta em decorrência do Covid-19.

A ação direta do vírus é o surgimento de uma doença cardíaca em decorrência da contaminação do paciente. Já a relação indireta é o agravamento de doenças cardíacas preexistentes após a contaminação pelo Covid-19.

Além disso, pacientes cardiopatas tem mais riscos de complicações e agravamento do quadro clínico. E, infelizmente, possuem mais chances de falecimento.

Prevenção

 

Os medicamentos experimentais para combater o novo Coronavírus podem afetar o coração?

Sim, com certeza. Principalmente a Cloroquina, Hidroxicloroquina e a Azitromicina. Além disso, a associação dos medicamentos pode ocasionar arritmia cardíaca e levar a óbito.

As medicações citadas impregnam no coração causando alteração no eletrocardiograma do paciente. Então, a utilização tem que ser assistida por um médico que tenha certeza sobre o uso dos medicamentos.

A utilização das medicações acima devem previamente acertadas entre o paciente e o médico devido aos riscos decorrentes do uso.

Pessoas com doenças cardíacas preexistentes estão mais propensas a ter complicações se contaminadas?

Sim, infelizmente pacientes cardíacos são mais propensos a complicações em decorrência da contaminação.

Cerca de 40% dos pacientes internados com o novo vírus tem algum tipo de doença relacionada ao coração ou ao cérebro. Além disso, cerca um terço dos pacientes que falecem devido ao covid-19 já possuíam alguma doença cardíaca ou vascular.

Sendo assim, é importante ressaltar a prevenção do Covid-19 se dá pelo uso de máscara, isolamento social e higienização das mãos.

Higiene

Autor: Dr. Roger Oliveira




Gostou do artigo? Deixe o seu comentário:

Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Não é permitida publicidade (links, banners, etc) na plataforma. O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Entre em contato pelo WhatsApp! (11) 96581-5547
Porquê vale a pena um médico particular ?
Porquê fazer um exame no particular ?