Síndrome Dolorosa Miofascial

Síndrome Dolorosa Miofascial – Dor Miofascial


Se você quer saber o que é a Síndrome Dolorosa Miofascial, fique até o final deste artigo que a fisioterapeuta Patrícia Schattner, especialista em Ortopedia e Dor Crônica, e com grande experiência sobre o tema, vai explicar mais sobre isso.

Síndrome Dolorosa Miofascial – O que é a Dor Miofascial?

Na verdade, a dor miofascial é uma condição dolorosa da musculatura na qual encontramos pontos de tensão, nódulos de tensão, que damos o nome de pontos gatilhos.

Esses pontos geram uma dor à distância, uma dor que chamamos de dor referida, ou seja, muitas vezes, a tensão associada a um ponto gatilho na região do trapézio pode gerar uma dor irradiada para face e também para cabeça.

Como Ocorre o Processo de Formação da Dor Miofascial?

O músculo, em condições normais, contrai e relaxa; na síndrome miofascial, algumas fibras vão se manter contraídas. Isso causa um processo inflamatório local e acaba acumulando toxinas inflamatórias na região, o que gera cada vez mais dor e sensibilização.

Teste de Dor Neuropática Lanns-Eva
Esse teste auxilia a determinar se uma dor é neuropática ou não.

Principais Causas

As causas podem ser diversas: inclui desde uma sobrecarga crônica no músculo, por exemplo, trabalhar na mesma posição por longos períodos na qual o músculo fica em posição encurtada; alterações emocionais, como estresse e ansiedade; e até mesmo, um trauma agudo.

Sinais Mais Comuns

A dor miofascial geralmente é profunda, em peso e cansada, mas, às vezes, pode ter algumas características agudas, como em pontadas, latejantes.

Muitas vezes, a dor pode ser confundida com dor neuropática, porque pode estar no trajeto de um determinado nervo. A grande diferença é que não há compressão nervosa; a causa da dor está no músculo – isso fazemos para o diagnóstico clínico.

Será que tenho Dor Neuropática ? Por quê não passa ?
Esse livro ensina a reconhecer uma dor neuropática e explica porque ela não passa sozinha como outras dores

Formas de Tratamento

A dor miofascial não vai embora sozinha, é preciso de um tratamento adequado. Isso inclui uma equipe multiprofissional, desde o médico especialista, até mesmo psicoterapeuta e fisioterapeuta.

Os pontos podem ser liberados por agulha ou mesmo por pressão manual, que é o principal trabalho da fisioterapia. O mais importante, além da diminuição da dor, para retomada das atividades de vida diária é descobrir a causa, o que gerou aquela tensão no músculo.

A fisioterapia tem um papel fundamental para diagnosticar e tratar as disfunções do movimento, alterações de posturas que podem estar relacionadas à dor. Então, em geral, tratamos com terapia manual para alívio dos sintomas e, na sequência, exercícios específicos, individuais para cada alteração apresentada.

Está com tantas dores que nem reconhece mais a origem delas ?
Saiba como reconhecer a Dor Neuropática e acabe com ela definitivamente. Marque uma consulta na Regenerati

Assista ao vídeo e saiba mais:

Se você gostou desse artigo, curte e compartilhe.

Mais Informações sobre este assunto na Internet:

Sobre o Autor:
Patricia Schattner de Farias

CREFITO: 187398-F

Fisioterapeuta especialista em dor crônica; distúrbios do sono; reabilitação em pós-operatório de cirurgias Ortopédicas, fraturas e Neuromodulação não invasiva.







Gostou do artigo? Deixe o seu comentário:

Todos os utilizadores da plataforma se comprometem a divulgar apenas informações verdadeiras. Não é permitida publicidade (links, banners, etc) na plataforma. O público pode realizar comentários, alterar ou apagar o mesmo. Os comentários são visíveis a todos.

Entre em contato pelo WhatsApp! (11) 96581-5547
Porquê vale a pena um médico particular ?
Porquê fazer um exame no particular ?