Como tudo na vida tem um início, a Clínica Regenerati também teve a dela. O conceito de estabelecer uma clínica surgiu de uma ideia embrionária, de pessoas alugando salas em outra clínica, da especialidade de otorrinolaringologia em São Paulo. Foi então nessa clínica onde todo o processo começou: com o aluguel de uma sala do Dr. Willian Rezende e com sua Secretária Susy Lemos. Mais tarde, ele convidou o Doutor Victor Rossetto para também alugar e compartilhar o local, depois foi a sua esposa, a Dra. Keilla Mara Freitas, em seguida somaram-se ao grupo: o Dr. Daniel Azevedo, Paula Girotto, Joyce Rouvier e Diego de Castro. Todos já formavam um time naquela época, na casa amarela localizada na Alameda Nhambiquaras, no bairro de Moema, na zona sul. Nesse espaço físico tentamos implementar o processo de gestão de clínica mas, naquele momento essa empreitada não foi possível devido ao proprietários daquele espaço. O doutor Willian resolveu então alugar um conjunto de salas em um prédio comercial ao lado do Hotel Bourbon e ao lado do Shopping Ibirapuera, no Corporate Plaza, que é um edifício empresarial de alto padrão. Inicialmente foram alugadas 4 salas de fundo de corredor, na qual foram projetados nove salas. Como tudo na vida demanda aprendizado, assim que a obra estava pronta percebeu-se que algumas salas tinham ficado muito pequenas e não havia sentido contar com salas cuja metragem eram insuficientes para atender pacientes. Então, mesmo após a inauguração da clínica em 15 de fevereiro de 2018, foi necessário colocar lonas e quebrar drywall para ampliar salas, proporcionando dessa maneira um ambiente mais confortável para realizarmos os atendimentos médicos. Nesse período de reforma e construção quem batalhou muito em todo o processo foi a arquiteta Manuela Martins, uma amiga pessoal do Dr. Willian e também uma grande parceira em toda essa investida e de reconstrução do projeto, ao mesmo tempo em que as obras estavam sendo realizadas, o Dr. Willian começou a buscar médicos especializados para compor o time de profissionais da clínica, referência em Neurologia e em paralelo, divulgou os serviços da clínicas à pessoas extremamente exigentes perante os tratamentos médicos, que passaram a agendar horários de atendimento conferindo assim à clínica confiança e credibilidade. A Regenerati começou a funcionar mesmo com reformas em andamento e sem clareza de como seria feita a organização das atividades diárias ou até mesmo se o espaço era adequado ou não. 

No momento em que a clínica foi aberta e foram iniciados os atendimentos nós sequer sabíamos qual seria o seu nome e tampouco havia um logotipo. Desde o princípio, buscamos fazer as coisas da maneira correta, o nome da clínica foi selecionado através de opiniões, sugestões e votação entre membros do grupo. Após uma validação externa e virtual, pessoas de diferentes perfis votaram em e opinaram sobre o nome, na época surgiu muita discussão e debate interno no grupo de WhatsApp da clínica. Chegamos em um consenso de cinco nomes aos quais colocamos em votação pública e nessa etapa o nome campeão em disparado foi Regenerati. E este veio com o intuito de trazer a ideia de regeneração, de regenerar como as plantas; os brotos das plantas regeneram, crescem novamente e voltam a prosperar. Igualmente os nervos das pessoas, os neurônios e a própria pessoa pode se regenerar e voltar a ficar bem dos seus problemas de saúde. A palavra Regenerati veio do latim e trouxe uma pronúncia mais agradável. Logo depois, aconteceu o processo de escolha do logo que tinha a premissa de representar a ideia de regeneração, além de trazer a ideia de algo ligado à saúde. O símbolo mais próximo dessa ideia foi representado por uma árvore, que simboliza a vida, a regeneração com um tronco em forma de DNA, que remete à medicina e com isso nasceu a nossa marca, o logo da Regenerati também foi escolhido de maneira colegiada e com votação pública.

Em muito pouco tempo, Williane a Keilla perceberam que necessitariam de ajuda para admiministrar a clínica e assim convidaram o Vantuir Rezende para ajudar na gestão financeira e administrativa da clínica. Em um curto período, percebeu-se que apenas uma secretária na recepção seria insuficiente para tratar das demandas, outras pessoas foram contratadas para a recepção. Após um novo período, tivemos uma nova e grata surpresa: o espaço para o atendimento de fisioterapia era insatisfatório nas salas de atendimento previamente reformadas e preparadas. Alugamos então outra sala no mesmo andar que foi organizada para o atendimento de fisioterapia e, posteriormente, também serviu para aplicar a técnica de estimulação magnética transcraniana. O curioso é que a sala aparentava ser enorme quando foi montada e que haveria espaço de sobra para fisioterapia, para a estimulação magnética e tudo mais que fosse necessário. Mas assim que foram iniciados os atendimentos, percebemos que a sala ficava com um ar de desorganizada e que era inadequado o espaço para estimulação magnética, separado por um biombo para as atividades de fisioterapia e reabilitação.

Com o aumento do número de colaboradores, de profissionais e do atendimento, tornou-se necessário ter mais um espaço, então foram alugadas mais duas salas no décimo primeiro andar, utilizadas para os fins de fisioterapia e reabilitação; e mais três salas de atendimento sendo uma desenhada para consultório normal, outra para sala de reabilitação com estimulação magnética transcraniana e outra para exames e procedimentos, além de uma área com recepção, café água e mais um banheiro.

Há pouco tempo, enfrentamos problemas conhecidos da grande maioria dos empresários brasileiros, que é a tentativa de fazer uma empreitada com muito pouco preparo administrativo e gerencial e financeiro. Tivemos muitas dificuldades em ajuste em nossa estrutura, as tarefas da recepção, telefonia, financeiro, construção na definição de papel e responsabilidades das pessoas, tentamos contratar uma consultoria que acabou por não ajudar verdadeiramente e trouxe a maior confusão para o espírito da clínica. Essas questões foram solucionadas por meio de estudos de gestão de clínica, de administração e controle financeiro por parte de Dr. Willian, além de sucessivas reuniões e compartilhamento de informações, as dificuldades entre os funcionários e suas relações ficaram razoavelmente melhores e bem definidas, quando se instituiu uma reunião semanal com os funcionários para debater temas da própria clínica, tanto de novidades quanto de problemas.

Já em 2019, a clínica com pouco mais de um ano já consta no seu quadro de funcionários um gestor de clínica, um auxiliar administrativo, duas recepcionistas, duas pessoas do comercial, uma pessoa do marketing, uma faxineira e serviços gerais, em horário integral e duas faxineiras para complemento de horário da noite e sábado, e uma técnica em eletroencefalograma e exames neurofisiológicos. No segundo semestre de 2019 temos no nosso corpo clínico 23 médicos e 11 profissionais não-médicos e 11 funcionários. Realizamos reuniões clínicas com jantares pagos pela Regenerati mensalmente, promovemos reuniões de subgrupos da Clínica como o grupo da dor a cada mês. Temos idas à congressos patrocinadas pela Clínica, cursos ofertados e patrocinados também pela Regenerati. O grupo conseguiu uma grande vitória ao alcançar um acordo para um plano de saúde de qualidade e a um preço mais acessível que o preço praticado pelo mercado, seguro de vida e seguro incapacidade temporária para o grupo, com valores inferiores em relação ao mercado.

Entre em contato pelo WhatsApp! (11) 96581-5547