Bioimpedância

Quais são os usos da Bioimpedância?

  • Tem a finalidade de mensurar a taxa de metabolismo basal: velocidade de metabolismo dos fármacos;
  • Analisar o risco de doenças: cardiovascular, AVC, DM, resistência a insulina, apneia do sono e queda de testosterona;
  • Aferir os compartimentos corporais: distribuição de medicamentos em gordura e massa magra.
Bioimpedância

O estudo de bioimpedância apresenta um modo de calcular a massa magra, massa gorda de um corpo e o metabolismo basal do indivíduo através do estudo de correntes elétricas passadas através da superfície corporal.

A técnica de bioimpedância ajuda a determinar a taxa de metabolismo do corpo, quanto maior a taxa metabólica, maior é o consumo de energia e maior é a velocidade dos processos metabólicos de um organismo, isso influencia na velocidade na qual o corpo metaboliza os fármacos.

A abertura de impedância também é eficaz para determinar fatores de risco cardiovascular como fatores de risco para AVC colaborando para determinar o risco de diabetes mellitus e resistência à insulina, risco para apneia do sono, risco de queda de testosterona dentre outras consequências de uma gordura visceral aumentada e uma taxa de gordura corporal aumentada.

O estudo ainda nos dá informações importantes sobre os compartimentos corporais, devido a existência de medicamentos que trazem afinidade com a gordura e de outro lado, há medicamentos que apresentam afinidade com a massa magra do corpo. E se existe uma proporção muito diferente de gordura e massa magra no corpo de uma pessoa isso pode influenciar o funcionamento de certos medicamentos neurológicos

Por fim, abrir a impedância oferece um panorama mais acurado do processo de acompanhamento de perda de peso e de consumo real de gordura corporal através de uma dieta cetogênica, por exemplo.

Realizado por Daniel Azevedo, Joyce Rouvier

Referências:

Teoria e fundamentos da bioimpedância: 

Entre em contato pelo WhatsApp! (11) 96581-5547